RSS

Arquivo da tag: cuidados

Como proteger seu cão durante o tempo seco

A umidade relativa do ar é considerada prejudicial quando está abaixo dos 30%. Em muitos estados brasileiros não chove há mais de um mês e o tempo está bastante seco.

Mundo Cão no Twitter e no Facebook

A gente vai se virando como pode e seguindo instruções da Defesa civil, mas os cães também sofrem com o tempo seco e não sabem se cuidar sozinhos.

Segundo a médica veterinária Andressa Gontijo, da Clínica Home Vets, animais também são atingidos pelos problemas da falta da chuva, como pneumonias, gripes e alergias. Além desses, há também mal-estar, tontura, hipertermia, olhos vermelhos, boca seca, o que pode resultar em desmaios e desidratação.

Como proteger seu amigão

Quando o tempo estiver seco:

  • Fique mais atento se tem água fresca à disposição do seu cão, já que o consumo é maior.
  • Evite banhos quentes. Ao mandar seu cão ao petshop avise isso a eles.
  • Faça exercícios físicos com ele durante as primeiras horas da manhã, no final da tarde ou à noite, pois o corpo se cansa mais facilmente, a garganta passa a ficar mais seca e os olhos ficam irritados com facilidade. Prefira o ar livre com mais vegetação, onde o ar é mais fresco e não se esqueça de oferecer água de hora em hora.
  • Se for preciso, você poderá submeter seu cão à inalações, mas consulte um veterinário antes.

Dica extra: Andressa Gontijo também recomenda aplicar compressas de água filtrada nos olhos dos cachorros se estes estiverem irritados ou até mesmo o uso de um colírio de lágrima artificial.

Fonte – Canina blog

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 28 de agosto de 2012 em Dicas

 

Tags: , , ,

Esquema de vacinação para cachorro

Assim como nós, os animais devem ser imunizados antes de começarem a frequentar parques e ruas. Há muitas doenças, das quais precisamos proteger os cães, principalmente filhotes.

Mundo Cão no Twitter e no Facebook

Para ser vacinado, o animal deve estar saudável, sem febre ou diarreia, e previamente vermifugado.

Leve seu cão a um veterinário, pois é ele quem vai determinar a quantidade de vermífugo e os intervalos entre as doses de vacinas.

As vacinas múltiplas (V8 ou V10) e a antirrábica são obrigatórias para todos os cães e em qualquer esquema de vacinação.

Filhotes com menos de 45 dias não devem ser vacinados. E as vacinas devem ser dadas todos os anos.

Veja como funciona o esquema de vacinas:

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de agosto de 2012 em Obrigações e leis

 

Tags: , ,

Teste se você é o melhor amigo do seu cachorro

Você é o melhor amigo do seu cão?
Pegue um papel, uma caneta e anote a letra correspondente à sua resposta. Depois some e veja o resultado do teste. Seja o mais sincero possível!
Quando você chega em casa seu cão:
  •  A- Pula em você de tanta felicidade
  •  B – Corre de um lado para o outro, late e fica eufórico
  •  C- Fica tranquilo, abanando o rabo e só se entusiasma quando você o chama
  •  D- Nem liga e continua com o que estava fazendo
Seu cachorro tem brinquedos?
  •  A – Sim, alguns
  •  B – Sim. Vários com os quais pode brincar a hora que quiser
  •  C – Sim, mas só pode brincar quando eu saio ou quando eu o convido
  •  D – Não

Com que frequência você faz passeios longos com seu cão?

  • A – Apenas nos finais de semana, porque não tenho muito tempo
  • B – Pelo menos 4vezes por semana
  • C – Tento passear todos os dias. Faço caminhos diferentes e levo ao parque.
  • D – Nunca ou quase nunca.
Como funciona a alimentação do seu amigão?
  •  A – Dou ração e restos de comida
  •  B – Dou apenas ração e deixo disponível o dia todo
  •  C – Dou apenas ração em horários determinados
  •  D – Dou apenas restos de comida

Onde seu cão costuma dormir?

  •  A – Onde ele quiser
  •  B – No sofá ou no tapete da sala
  •  C – Ele tem um cantinho só dele no quintal, varanda, canil ou área de serviço
  •  D – No meu quarto. Muitas vezes na minha cama

Quando seu peludinho está aprontando alguma coisa errada, você o repreende:

  •  A – Gritando e às vezes deixando-o de castigo
  •  B – Não repreendo. Fico com dó por causa da carinha que ele faz
  •  C – Uso uma palavra ou som específico que ele já reconhece, como o ‘não’
  •  D – Grito e, se ele continuar, dou uma palmada ou chinelada para ele entender que não pode

Com que frequência você busca informações sobre cães?

  •  A – Quase nunca. Quando estou procurando o que fazer e encontro algo que acho interessante, assisto ou leio
  •  B – Busco informação quando meu cão está com algum problema
  •  C – Sempre. Acesso blogs e sites, assisto programas de TV e leio livros relacionados ao universo canino.
  •  D – Nunca. Inclusive estou aqui sem querer

Que providências você toma com seu cão durante os dias quentes e frios?

  •  A – Não mudo muita coisa. No máximo uso mais cobertores no inverno
  •  B – No frio uso roupinha e evito a tosa e no calor dou até sorvete canino
  •  C – Uso roupas, cobertores e aumento a ração durante o frio e, no calor, só passeio quando o sol está baixo, dou mais água fresca, mas não aumento o número de banhos
  •  D – Não mudo nada. Tem sempre uma sombrinha ou um lugar quentinho lá em casa
Seu cão late quando:
  •  A – Meus vizinhos dizem que quando não estou ele late muito
  •  B – Quando vê alguém estranho ou quando um cachorro late para ele
  •  C – Apenas quando está brincando ou quando o ameaçam
  •  D – Não sei


 
Deixe um comentário

Publicado por em 7 de agosto de 2012 em Teste

 

Tags: , ,

Quedas de pelos – Troca ou doença?

A queda de pelos é praticamente um martírio para quem cria cães. O sofá, os tapetes, roupas pretas… tudo fica cheio de fios indesejados.

Siga O Mundo Cão no twitter

Normalmente a troca de pelo acontece duas vezes ao ano: na entrada do inverno e do verão, mas aqui no Brasil as estações não são muito bem definidas e por isso os cães distribuem pelos pela casa o ano todo.

Acontece que os pelos velhos vão dando lugar aos novos e não apresenta falhas. Para evitar que sua casa seja infestada por pelos é importante a escovação diária (ou pelo menos um dia sim outro não). Assim você ajuda acelerando o processo de troca.

troca de pelos no verão e no inverno

Aqueda não comum:

Outros fatores podem levar a queda de pelos do seu cachorro. Pode ser estresse, doenças sistêmicas, desnutrição ou alimentação inadequada, infecções na pele por pulgas, sarnas, fungos e carrapatos, dermatite e outras coisas.

Nesses casos você irá perceber que há falhas na pelagem do seu cão, seja localizada ou generalizada. Se isso acontecer, leve seu peludinho ao veterinário sem demora.

queda de pelos por doença

Queda de pelos e raças:

Cães de pelos curtos como pinscher, dálmata, pug e labrador ou de pelos parcialmente longos com sub pelo denso, como são bernardo, husky siberiano e pastor alemão perdem muito pelo.

Já raças com pelos longos com crescimento contínuo (e precisam ser tosados regularmente) como poodle, yorkshire, lhasa apso e maltes quase não perdem pelo.

 
97 Comentários

Publicado por em 30 de dezembro de 2011 em Pelagem

 

Tags: , , , ,

Sombra e água fresca – Cuidados com o cachorro no calor

Ah, o verão! Muito sol e calor. Pena que cachorros sofrem com isso, né.

Siga O Mundo Cão no twitter

Eles se cansam muito rápido e o chão quente pode machucar as patinhas, além de poder ter queimaduras nas áreas mais sensíveis causadas pelos fortes raios de sol. Alguns cuidados são essenciais para o seu peludinho suportar mais esse calor todo.

dicas para o cachorro não sofrer no calor

Anota aí as dicas:

Duplique a dose de água – Durante o período de verão eles precisam beber muito mais água, por isso deixe sempre disponível água limpa. Mesmo que o recipiente do seu cão seja grande, coloque outro, pois eles bebem muito mais água nessa época. E não se esqueça da garrafinha quando sair para passear com ele.

Sombra sempre – A exposição direta ao sol aumenta muito rápido a temperatura corporal. Confira se no território do amigão existe sombrinhas gostosas onde ele pode se refugiar e descansar. Se não tiver, providencie, hem! Pode ser uma árvore, um guarda-sol.

Horário correto para passear – Evite passear ou correr com o seu peludinho nos horários mais quentes do dia. Saia com ele logo bem cedo, antes das 9h, ou no final da tarde e inicio de noite (19h).

Cuidado com as correrias – Quando for brincar com o seu cãozinho não o force muito. Os animais muitas vezes não conhecem os seus próprios limites e na ânsia de agradar ao dono podem fazer um esforço excessivo.

Não come tanto? Relaxa – A maioria dos peludinhos come menos durante o verão. Então relaxe. O apetite diminui porque não precisa despender muita energia para se manter quente.

Nada de banhos excessivos – isso pode causar problemas de pele, como dermatite. Consulte seu veterinário para saber quantos banhos podem ser dados.

Se você ama seu cachorro, cuide dele. Esse calor pode ser fatal, especialmente com raças mais peludas (vou cuidar mais da Madona).

Se ligue nos sintomas:

Cansaço

Fraqueza

Arfar pesado e intenso (respiração rápida com a língua para fora)

Gengivas secas e pálidas

Língua mais avermelhada

Aumento na produção de saliva (ela fica espessa)

Pulso rápido e irregular

Diarreia

Tontura

Depressão

Convulsão

– Se seu amigão estiver com esses sintomas, leve-o no veterinário para evitar mais sofrimento e perda, hem.


 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de dezembro de 2011 em Dicas

 

Tags: , , ,

Cuidados ao passear de carro com o cachorro

A maioria dos cachorros adora ficar com a cabeça para fora do carro, mas não pode. Além do risco de ocorrer acidentes, o vento forte produzido pelo movimento do automóvel afeta a lubrificação dos olhos do animal, o que pode causar infecções futuras. Então nada janela aberta.

Siga O Mundo Cão no twitter

Alguns cães podem sentir medo, calor ou enjoo durante o passeio. Para evitar isso, procure não passear de carro depois de o cão ter feito sua refeição, pois as curvas e o balançar do veículo o deixa enjoado. Brinque com ele no caminho (a não que você esteja sozinho) e se ele latir, tente entender o porquê. Pode ser porque ele quer fazer xixi ou cocô, aí você deve descer com o cão um pouquinho para ele aliviar. De qualquer forma, tente sempre acalma-lo e nunca brigue com ele, porque se não ele não vai mais querer sair de carro com você. Deixe o ar-condicionado ligado para que ele não se sinta sufocado e com calor.

Lembre-se de prender seu amigão com cinto de segurança. Há também cadeirinhas específicas para cães de pequeno e médio porte ser transportados, além das caixas de transporte, ótimos para viagens longas.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 25 de outubro de 2011 em Passeio

 

Tags: , ,

 
%d blogueiros gostam disto: