RSS

Convivência entre cães e crianças – as raças mais e menos indicadas

18 jul

A convivência entre cães e crianças pequenas nem sempre dá certo. Os humaninhos não sabem brincar, não têm limite com o cachorro, que acaba fugindo, se escondendo, rosnando e até mordendo a criança. Puxões no pelo, tapas, apertões e beliscões são os principais motivos que levam essa relação a dar errado.

são bernardo raça criança

Siga O Mundo Cão no twitter

Apenas depois dos 10 anos é que a criança consegue compreender totalmente os cuidados que os cães precisam. Crianças menores de 3 anos não associam cães com seres vivos; é como uma pelúcia.

Existem algumas formas de evitar o pior, que é o ataque do cão à criança (num outro post falarei disso), mas há raças mais adequadas para conviver com os pequenos. São raças mais pacientes, suportam melhor a convivência com crianças e até mesmo os abusos por parte delas.

Bom, os cães de maior porte, por incrível que pareça, são mais tolerantes ao “sofrimento” causado pela criança, por outro lado, cães grandes até os dois anos de idade são atrapalhados e, mesmo sem ter intenção, pode acabar machucando a criança.

Vamos às raças mais apropriadas para crianças menores de 10 anos:

American Staffordshire Terrier – Mesmo tendo fama de valentão, este cão tende a ser agressivo apenas com outros cães, sendo totalmente leal à família e extremamente dócil com o terrorzinho dos cães: a criança!

Antigo Cão de Pastor Inglês (Bobtail) – Conhecido por cuidas das crianças, são muito tolerantes e calmos.

Beagle e outros cães de levante e corso (hounds), tais como o Bloodhound, o Harrier, Irish Wolfhound e o American Foxhound – São brincalhões e tolerantes, mas bastante enérgicos. Não são indicados pra serem criados em apartamento.

Boxer – Um cão de guarda, que protege a família e lida muito bem com os mais novos.

Poodle Grande – Os poodles de porte menor são nervosos e reativos, o que não acontece com o tipo grande da raça, que é uma ótima opção para famílias com crianças.

Cão de Água Português – Ativo e elegante, é um cão tolerante com as crianças.

Collie e Bearded Collie – São bastante pacientes com crianças.

Golden, Labrador e Retriever de Pêlo Liso – Dóceis, tolerantes e pacientes. O Labrador é, contudo, bastante trapalhão e excitável enquanto não atingir a idade adulta e pode ser necessário mais algum cuidado na vigilância das brincadeiras.

Bichon Havanês – É um cão de colo, pequeno e de apartamento, mas aceita bem crianças na família.

Hovawart, Terra Nova – São cães muito calmos e sossegados. Aturam as maiores travessuras, mas são bastante trapalhões enquanto pequenos e pode ser um desafio tentar fazer com que tenham cuidado com os movimentos.

São Bernardo – Conhecido como o cão-babá, essa é uma raça muito tranquila, mas estabanada. É preciso muito cuidado até que o cão complete 2 anos.

Mastiff – Um poderoso guarda, mas um gentil gigante com a família. Necessita , contudo, de uma forte socialização por ter temperamento forte e liderança e não deve ser cão para donos inexperientes.

Pug – Pequeno e cão de apartamento, que foge ao estereótipo dos cães pequenos e nervosos. É paciente, mas pode ser demasiado frágil para as crianças mais brutas.

Outras raças indicadas

Estas raças são também indicadas para conviverem com crianças, pois têm ainda uma elevada tolerância a abusos, mas não mostram um comportamento tão paciente assim. Mesmo assim, se adequam perfeitamente num ambiente familiar, especialmente se lidarem com crianças maiores.

  • Basset Hound
  • Bichon Frise
  • Boston Terrier
  • Boulldog Francês
  • Bulldog
  • Bull Terrier
  • Cão da Serra de Aires
  • Cocker Spaniel Inglês e Americano
  • Dálmata
  • Lulu da Pomerânia
  • Pastor Alemão
  • Podengo Português Médio
  • Schnauzer Grande
  • Setter Inglês
  • Shar Pei
  • Cocker Spaniel Inglês e Americano

Mesmo que essas raças sejam mais indicadas para conviver com crianças, a supervisão de um adulto é sempre a melhor forma de evitar acidentes e problemas. Ambas as partes necessitam de segurança.

Vamos às raças não indicadasraças não indicadas para crianças

Esses cães não curtem de ser tratados de forma bruta ou de serem constantemente assediados pelas crianças. Não são tão pacientes. Além disso, crianças podem machucar de verdade algumas dessas raças poe serem pequenas demais.

  • Alaskan Malamute
  • Poodle Médio, Anão ou Toy
  • Chihuahua
  • Chinese Crested Dog
  • Chow Chow
  • Jack Russell Terrier
  • Llhasa Apso
  • Pequinês
  • Pinscher Miniatura
  • Saluki
  • Schnauzer Miniatura
  • Tibetan Terrier
  • Weimaraner
  • Yorkshire Terrier

Crianças e cães podem ser educados ao convívio, possibilitando a interação de raças menos indicadas com crianças. Basta mostrar limites aos dois.

Cada cão é único e pode não corresponder às características da raça.

Anúncios
 
17 Comentários

Publicado por em 18 de julho de 2012 em Raças

 

Tags: , ,

17 Respostas para “Convivência entre cães e crianças – as raças mais e menos indicadas

  1. CJ-BH

    26 de julho de 2012 at 7:59 AM

    Eu achava que meu Lhasa Apso era um cão dócil e que ia se dar bem com crianças!
    Ele simplesmente ODEIA criança!
    O pior é que por ser um cão pequeno e bonito, as crianças se sentem atraidas por ele e querem ir passar a mão nele. O bicho vira um demônio quando eleas chegam perto!
    Estamos adestrando ele agora, melhorou muito, mas dá pra ver que ele não gosta mesmo de criança! Só de passar uma criança do outro lado da rua, ele já para e fica de olho, como se estivesse vendo um inimigo.
    Só que agora ele não está avançando, pelo menos quando está de coleira e com a gente de olho e dando comando para ele ficar quieto!

     
  2. Moveis Pinhais

    26 de julho de 2012 at 11:24 AM

    Boa postagem

     
  3. Cristiane

    26 de julho de 2012 at 12:58 PM

    Acredito que melhor “raça” para todas as idades é o Vira-latas, bom para todas as idades!!!

     
    • Aline Rodrigues

      26 de julho de 2012 at 1:12 PM

      Cris, na verdade até os vira-latas devem ser analisados. Se for um vira-lata fruto de uma relação de duas raças não indicadas para criança, é bem provável que ele também não seja. Minha tia tem uma vira-lata filha de um poodle com shiatsu que é bastante agressiva.

      Beijos!

       
      • Letícia Regina Tavares Miranda

        26 de julho de 2012 at 2:20 PM

        eu tenho uma vira lata mistua de poodle com shihtzu, e ela é um amorzinho, adora crianças, não pode ver q criança q ja sai correndo p brincar, meu shihtzu é do mesmo jeito, mas a poodle, é só ela ver criança q já começa a pedir colo desesperada ou corre pra se esconder!

         
        • Aline Rodrigues

          26 de julho de 2012 at 2:32 PM

          Que fofa! As raças possuem características, mas cada cão é individual e pode não corresponder. Fora a criação, né? Grande Beijo!

           
    • Maria

      1 de agosto de 2012 at 4:25 PM

      Disse tudo Cristiane!

       
  4. gustavo

    26 de julho de 2012 at 1:12 PM

    Beagle,coisa do capeta…muito massa,o cachorro não para…

     
  5. Letícia Regina Tavares Miranda

    26 de julho de 2012 at 2:17 PM

    esqueceram de falar do shihtzu ai, pra mim é a raça mais apropriada pra criança!

     
  6. Bruno

    26 de julho de 2012 at 3:02 PM

    Aline, meus parabéns por este post.
    Sou médico veterinário e trabalho com cães a muitos anos, e infelizmente a maioria das coisas que lemos sobre comportamento animal na internet são informações completamente erradas.
    Mas voce analizou quase que perfeitamente a característica dessas raças. Claro que o comportamente pode variar de cada indivíduo da mesma raça, mas via de regra eles seguem um padrão.
    Só faço algumas considerações pessoais. Um cão excelente com crianças, é o pitt bull. De todas as raças mais comuns no Brasil, considero ele o mais paciente e calmo de todos. Isso sempre considerando que foi um animal educado corretamente.
    Outra questão, na minha opinião pessoal, é sobre o são bernardo. Não acho uma raça muito adequada para crianças. Apesar da boa fama, é muito comum ver são bernardos mais temperamentais e bravos.
    Outro que eu acho que deveria estar na lista de não indicados é o rottweiler. Apesar de ser minha raça preferida, não acho muito bom para crianças, tendem a ser impacientes e mordem sem avisar (isso no geral, claro).

    Pra mim (isso é só minha opinião ok??), o único erro grave desta lista é o sharpei ser considerado uma boa raça pra criança. Eu penso justamente o contrário.

    Na minha experiencia profissional, as duas raças mais agressivas (e não digo cães ruins, maus…apenas agressivos, temperamentais), são o Chow-Chow e o sharpei.
    São as raças que mais atacam quando em situações de stress ou dor, coisas comuns com crianças por perto. São as duas raças campeãs de mordidas no consultório.

    Fora isso, muito legal teu post.
    Bruno

     
    • Aline Rodrigues

      26 de julho de 2012 at 3:19 PM

      Muito obrigada pela visita e pelo comentário! Adorei suas recomendações e observações. Valeu mesmo. Abraço.

       
    • Maria

      1 de agosto de 2012 at 4:29 PM

      “Um cão excelente com crianças, é o pitt bull. De todas as raças mais comuns no Brasil, considero ele o mais paciente e calmo de todos. Isso sempre considerando que foi um animal educado corretamente.” Bruno, fiquei feliz ao ler isso! E concordo plenamente com você! Ao contrário do que se pensa por aí, sempre vejo os pits extremamente pacientes com crianças! A minha chora pra brincar com uma criança quando vê, mesmo do outro lado da rua, além de ser extremamente cuidadosa com as brincadeiras quando a criança é pequena.

       
  7. Gabriel

    26 de julho de 2012 at 7:02 PM

    Faltou o Terrier Brasileiro… Cachorro perfeito!

     
  8. Loreen

    10 de dezembro de 2012 at 12:51 PM

    Eu vou ganhar um chow chow eu tenho 10 anos. Vc acha que o chow chow é um poode ser um bom cachorro para mim?

     
    • Aline Rodrigues

      13 de dezembro de 2012 at 9:20 AM

      Loren, ouvi algumas pessoas dizendo que o chow chow é um pouco violento, mas quando lemos sobre a raça essa característica não é citada. Bom, se você quer muito um desses, escolha um filhote pra você criar do seu jeito, ou procure um adulto que o dono anterior garanta a personalidade calma do animal. Beijo

       
  9. Simone Antonelli

    23 de março de 2014 at 4:50 PM

    Minha York é sem comentários rs. Brava que só vendo. Detesta criança

     
  10. Keila Rocha

    31 de maio de 2017 at 7:38 PM

    eu tenho um rottweleir (ele tem 2 anos), e uma filha de 2 anos e um de 6 anos e ele se dão muito bem minha,filha brica com ele chama de bebe todo mundo tem medo,mais ele é super dócil com ela,e se eu brigar com ela na frente dele ele protege ela,super carinhoso apesar do tamanho que mete medo,depende muito da criação.

     

Obrigada por comentar. Vou ler e responder sempre. Volte sempre

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: