RSS

Deixando o cão sozinho

28 out

Assim que pegamos a Madona eu saí de férias. Isso foi ruim, porque ela não sabia ficar sozinha quando voltei a trabalhar e por isso pegamos a Latoya para lhe fazer companhia. Essa é uma das dicas que você vai ver abaixo.

Siga O Mundo Cão no twitter

Cachorros já são animais dependentes e carentes e quando os acostumamos no colo e cheio de mimos essa dependência se desenvolve de uma forma nada natural, fazendo o peludinho sofrer uma angústia e estresse profundos quando não estamos por perto.

Sintomas do cão ansioso pela ausência de seus donos:

  • Móveis e objetos ruídos e mastigados – eles mordem para aliviar a tensão;
  • Lixo revirado e papeis picados;
  • Objetos fora do lugar;
  • Vomito;
  • Latidos e uivadas (essa os vizinhos vão te contar).

 Dicas do que não fazer:

  • Não habitue o cão apenas dentro de casa (se você tiver quintal, é claro);
  • Nada de ficar com ele no colo e tratando-o como bebê;
  • Quando você chegar em casa, não cometa o erro de dar atenção exclusiva ao animal, pois ele passará o resto do dia te esperando na porta;

O cão precisa associar o fato de estar sozinho com algo prazeroso.

Dicas do que fazer:

  • Arrume um companheiro da mesma espécie para o animal;
  • Deixe brinquedos a disposição apenas quando ele estiver sozinho;
  • Antes de sair, leve o amigão para um passeio;
  • Deixe a TV ou o rádio ligado baixinho;
  • Você pode deixar uma peça de roupa sua perto de onde ele dorme.

Cães são bem rotineiros e percebem os sinais de quando o dono irá sair. Para evitar o desespero dele, confunda-o. Troque de sapato e deite no sofá, coloque a bolsa no ombro e sente-se para almoçar, pegue as chaves do carro e não saia de casa, saia e volte em dois minutos. Assim ele não saberá mais quando irá ficar só ou não.

Anúncios
 
11 Comentários

Publicado por em 28 de outubro de 2011 em Dicas

 

Tags: ,

11 Respostas para “Deixando o cão sozinho

  1. Antonio Becker

    17 de junho de 2012 at 12:02 PM

    Olá, Aline, tudo bem? Gostei muito das dicas. Na verdade, eu ainda não tenho um cãozinho. Já tive há muito tempo, quando criança/adolescente. Estou para morar sozinho em uma casa e estou trabalhando a ideia de ter um. Passo o dia quase inteiro fora e é por isso que ainda não sei se realmente criarei um bichinho, mas a vontade é demais! Só a alegria de chegar cansado e ter “alguém” feliz simplesmente por eu estar lá é um sonho. Gostaria de mais dicas como essas. Obrigado. Grande abraço.

     
    • Aline Rodrigues

      2 de julho de 2012 at 11:50 AM

      Olá, Antônio! Bom, se vc quer muito um bichinho, não deixe de ter um! Pra quem mora sozinho é a melhor coisa.

      Vc me deu uma ideia de post, sabia? Vou procurar saber quais são as raças e idades ideais pra quem não tem muito tempo para os cães.

      Abraços!

       
  2. André

    18 de julho de 2012 at 5:32 PM

    Temos em casa uma Chow Chow de 8 meses no apartamento, duas passeadas com ela uma pela manhã e outra à noite é o suficiente, raramente latem, não soltam pêlos, um cão incrível, muito independente mas ao mesmo tempo extremamente carinhoso e se socializado desde pequeno, torna-se muito manso, perfeito para pessoas que não tem tempo, ficamos praticamente o dia inteiro fora. O melhor presente que dei a minha esposa.

     
  3. Rosimeire

    31 de agosto de 2013 at 2:14 PM

    Oi Aline, moro em uma casa com quintal, tenho um casal de poodle. Vou mudar para um apartamento. E a minha preocupação é se meus cães vão estranhar muito. Tem também a questão do xixi, já que eles são adultos. Será que vou conseguir tornar a nova morada agradável para eles?

     
    • Aline Rodrigues

      10 de setembro de 2013 at 6:16 PM

      Oi! Olha, estranhar eles vão sim, um pouco. Cães criam raízes, mas se você estiver empenada a criar uma nova rotina, vai dar certo, porque eles também se adaptam rápido às mudanças. Siga as dicas pra eles fazerem xixi no lugar certo e procure passear mais com eles, já que o espaço será menor. Obrigada pelo contato e boa sorte!

       
  4. Murilo Andrade

    5 de janeiro de 2014 at 12:56 PM

    Olá Aline!
    Eu e minha esposa moramos em um apartamento pequeno, 55m². Ha dois meses compramos uma Lhasa Apso, linda, se chama Lana. No começo ela fazia suas necessidades na sacada, mas agora, com 3 meses e meio, ela começou a fazer xixi por toda a sala. Já não aguentando mais limpar o xixi dela, colocamos as coisas delas na sacada também, no outro canto de onde está o tapetinho higiênico dela, e estamos tentando acostumá-la a ficar la. Mas gostaria de algumas dicas, do que fazer e do que não fazer, pois não quero deixá-la estressada.
    Obrigado pela atenção e aguardo seu retorno!

     
    • Aline Rodrigues

      9 de janeiro de 2014 at 1:17 PM

      Olha, a dica é tentar limpar muito o lugar errado, porque ela faz onde tem o cheiro. Quando ela fizer no lugar certo, dê recompensas e elogie muito.

       
  5. Natalia

    24 de janeiro de 2014 at 9:15 AM

    oi, gostei das suas dicas,
    Tenho um pinscher em apartamento, ele é lindo tamanho 0.
    Mas sabe certinho a hora que vou sair, fica louquinho, e diferencia quando vamos trabalhar e quando vamos passear, pois quando vamos passear ele faz um escandalo que ir junto e quando vamos trabalhar eu dou um petisco diferente ele fica quietinho.
    Gostei dessa de tirar os brinquedos e entregar somente quando vamos sair, pois deixo tudo a disposição dele, e ele nem quer saber mais dos brinquedos.
    Obrigado.
    Natalia

     
  6. Alessandro Lopes

    26 de abril de 2017 at 10:32 PM

    Boa noite Aline!
    Fiquei viúvo a dois anos e não tivemos filhos, sempre sonhei com um Bulldog inglês, mas o problema é que moro em um apartamento e preciso ficar dois dias da semana fora as quartas e sextas pq trabalho em regime de plantão. Estou pensando só em mim? Obrigado!

     
    • Aline Rodrigues

      26 de abril de 2017 at 10:48 PM

      Oi, Alessandro! O problema é que o bulldog é muito dependente e carente. Ele vai sentir muito sua falta e pode acabar tendo problemas de comportamento e emocional.
      O que vc acha de um gato?

       
  7. Cacaau

    22 de junho de 2017 at 1:06 PM

    Oi Aline… estou com um Pintcher filhote há um mês e está bem difícil de educá-lo.
    Ele come tudo o que encontra. Tenho até medo que faça mal à ele. Quando é hora de dormir e o coloco no cantinho dele, ele chora muito e arranha a porta para entrar… uiva, late em todos os tons e volumes possíveis, até que desiste e dorme, mas pela manhã, quando acorda, acorda todo mundo junto… e não desiste. Chora por horas até alguém ir abrir a porta pra ele.
    Temos um quintal enorme… ele tem brinquedinhos, tem muito espaço pra correr e brincar, mas fica um pouco lá e já corre pra querer entrar em casa, não acostuma.
    Outra questão é o xixi e cocô… nos primeiros dias fazia certinho lá fora e depois de umas semanas começou a fazer dentro de casa e sem lugar fixo… já comprei aqueles sprays para marcar os lugares que não pode fazer, mas parece que não faz mais efeito… ele faz as necessidades tanto lá fora, como dentro de casa quando entra.
    Não sei o que fazer… faço conforme vi orientações de estímulo e adestramento.
    Falo sério e firme quando é pra dar ordens ou ensinar o que não pode e quando faz algo correto eu converso mais suave e dou um petisco, mas está bem difícil… desanimador,eu diria…

    Tem alguma dica pra mim? 🙂

     

Obrigada por comentar. Vou ler e responder sempre. Volte sempre

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: